Explore Gothic, Originals and more!

Explore related topics

Danilo Assis  Utilizando a espessura da fonte Century Gothic e preservando alguns traços do logo original, como a "serifa" da letra A.  O resultado foi um logotipo mais leve. O que combinaria mais com os arcos (símbolo).

Danilo Assis Utilizando a espessura da fonte Century Gothic e preservando alguns traços do logo original, como a "serifa" da letra A. O resultado foi um logotipo mais leve. O que combinaria mais com os arcos (símbolo).

Thays Silva | Bradesco. A proposta foi trazer as serifas para a marca, dando um ar de credibilidade e tradição, aliada as terminais das letras E e C que fazem ligação com os arcos da logo.

Thays Silva | Bradesco. A proposta foi trazer as serifas para a marca, dando um ar de credibilidade e tradição, aliada as terminais das letras E e C que fazem ligação com os arcos da logo.

Rachel Lima | A marca da seguradora Porto Seguro é sem serifa, leve contraste e alguns ângulos internos arredondados, que conferem um ar carismático à marca. Acreditando que uma seguradora deve passar credibilidade, a proposta é trazer serifas leves para demonstrar solidez, tradição, segurança, mas mantendo o caráter racional que a Porto Seguro tem. O resultado da mescla com a fonte Aleo Regular, é uma Slab Serif com serifas pequenas e arredondadas. Logo amigável com solidez e…

Rachel Lima | A marca da seguradora Porto Seguro é sem serifa, leve contraste e alguns ângulos internos arredondados, que conferem um ar carismático à marca. Acreditando que uma seguradora deve passar credibilidade, a proposta é trazer serifas leves para demonstrar solidez, tradição, segurança, mas mantendo o caráter racional que a Porto Seguro tem. O resultado da mescla com a fonte Aleo Regular, é uma Slab Serif com serifas pequenas e arredondadas. Logo amigável com solidez e…

Manuela Menezes. Logo comemorativo. Busca resgatar a identidade usada na primeira logo, onde utilizava uma fonte mais cursiva e com arabesco. Foi somente acrescentada a serifa e houve alteração no espaçamento entre as letras, deixando-a mais tradicional.

Manuela Menezes. Logo comemorativo. Busca resgatar a identidade usada na primeira logo, onde utilizava uma fonte mais cursiva e com arabesco. Foi somente acrescentada a serifa e houve alteração no espaçamento entre as letras, deixando-a mais tradicional.

Lorena Freire | logo + Geogrotesque   Tipografia com bordas levemente arredondadas e com mais destaque para a tipografia, porém deixando algo que lembre a tipografia anterior com a fusão no W.

Lorena Freire | logo + Geogrotesque Tipografia com bordas levemente arredondadas e com mais destaque para a tipografia, porém deixando algo que lembre a tipografia anterior com a fusão no W.

José Walber  A proposta foi acrescentar alguns detalhes a tipografia da marca Lufthansa que é composta pela fonte Helvética. A nova tipografia conta com uma mescla de formas curvas e retas, e também foi acrescentada uma ligadura nas letras "f" e "t".

José Walber A proposta foi acrescentar alguns detalhes a tipografia da marca Lufthansa que é composta pela fonte Helvética. A nova tipografia conta com uma mescla de formas curvas e retas, e também foi acrescentada uma ligadura nas letras "f" e "t".

Francilene Sales - Quando me deparei com a marca da Toyota,  eu quis inserir serifas, lembrei do que o Chico Neto falou sobre fontes serifadas  passarem a ideia de tradição, credibilidade e segurança e como a Toyota é um fabricantes de automóveis, acreditei que as serifas cairiam bem. Escolhi a família tipográfica Baskerville para fazer a fusão das fontes.

Francilene Sales - Quando me deparei com a marca da Toyota, eu quis inserir serifas, lembrei do que o Chico Neto falou sobre fontes serifadas passarem a ideia de tradição, credibilidade e segurança e como a Toyota é um fabricantes de automóveis, acreditei que as serifas cairiam bem. Escolhi a família tipográfica Baskerville para fazer a fusão das fontes.

Natália Soares. Levando em consideração a personalidade da marca e sua posição no mundo fashion e os estudos sobre tipografia, achei interessante testar "alongar" a fonte da marca para passar a ideia de elegância. O "C" da marca era bastante curvado, ficou um pouco mais alongado do que era seguindo a tipografia simples da "Myriad Pro".

Natália Soares. Levando em consideração a personalidade da marca e sua posição no mundo fashion e os estudos sobre tipografia, achei interessante testar "alongar" a fonte da marca para passar a ideia de elegância. O "C" da marca era bastante curvado, ficou um pouco mais alongado do que era seguindo a tipografia simples da "Myriad Pro".

J. Clécio Farias.

J. Clécio Farias.

Pinterest
Search